TurmaMais

O projeto TurmaMais iniciou-se no ano letivo de 2002/03, para fazer face às altas taxas de insucesso no 3.º ciclo registradas da Escola Secundária/3 Rainha Santa Isabel, sendo a sua aplicação experimental direcionada para todas as turmas de 7.º ano de escolaridade, por autorização da Direção Regional de Educação do Alentejo (DREA) e sujeito a acompanhamento externo do departamento de Educação e Pedagogia da Universidade de Évora. De acordo com a lógica de funcionamento do projeto, os alunos das várias turmas de origem são organizados por grupos interesses algo semelhantes e rotativamente frequentam, por um curto período de tempo (seis a sete semanas), uma outra turma: uma turma a mais. Uma turma inexistente que serve de plataforma giratória entre as demais turmas de origem. Os resultados alcançados fizeram dele uma referência nacional de combate ao insucesso escolar estando o mesmo disseminado em várias dezenas de escolas.